sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Arte no Shape

Faz um tempo que venho tentando sair do papel e do tablet. Explorando novas superfícies, formatos, técnicas e materiais para o desenho. As paredes e objetos aqui do estúdio que o digam.

Um tipo de superfície em especial sempre me chamou a atenção: os shapes de skate. Quando guri fiz minhas manobras, nunca fui muito bom,mas até hoje curto a cultura do skate. Por isso resolvi, pela primeira vez, pintar um shape à mão. Peça única. Gostei tanto dessa brincadeira que já estou me preparando pro próximo. Compartilho um pouco do processo. 

O desenho à lápis. A ideia é ser um tipo de máscara tribal-aborígene-carranca alienígena. Ou algo próximo a isso.

O shape lixado e preparado para receber a primeira camada de tinta. Ao fundo, desenho inicial sobre mesa de luz.

O shape já com a primeira camada de tinta. A escolha da acrílica fosca para base se tornou um problema mais tarde. Ao lado, desenho ampliado.

Fazendo o transfer do desenho com papel carbono.

No início da pintura tentei usar as canetas posca, mas a base de acrílica fosca não permitiu que a caneta deslizasse muito bem, estragando as pontas. Por isso mudei para o pincel com tinta acrílica preta.


Shape finalizado e pendurado na parede. Houve algumas mudanças em relação ao desenho original, mas a idéia era essa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário